HOME
INSTITUCIONAL
SEGMENTOS
SOLICITE UMA PROPOSTA
ATENDIMENTO
INFORMATIVOS NCC
ACOMPANHAMENTO ONLINE
ícone NCC no Facebook ícone NCC no Linkedin ícone NCC no Twitter ícone NCC no Google Plus NCC Certificações NCC Certificações
Serviços
Newsletter NCC (saiba mais)

R. Conceição, 233 - Sala 2511
Campinas/SP - CEP 13010-916
CNPJ: 16.587.151/0001-28
Tel. +55 19 2517-9600

2018-10-31
NCC - Certificação Anatel - Tomada de Subsídios: Faixas de 2,3 GHz e 3,5 GHz

No dia 31 de agosto, o Comitê de Uso do Espectro e de Órbita da Anatel (CEO) submeteu aos comentários e contribuições da sociedade a “Tomada de Subsídios: Faixas de 2,3 GHz e 3,5 GHz”, pelo prazo de 60 dias. Após receber solicitações do Sindtelebrasil, Oi , Vivo e Claro o Presidente do CEO, Conselheiro Leonardo de Morais, autorizou a prorrogação da Tomada de Subsídio até o dia 09/12/2018 (DESPACHO DECISÓRIO Nº 2/2018/SEI/CEO, SEI nº 3410129).

A importância dessas faixas para o futuro é inegável. Segundo o Comitê, “a faixa de 2,3 GHz é uma faixa de destacada harmonização mundial para o IMT, enquanto que a faixa de 3,5 GHz é tida por muitos como a porta de entrada para as redes de altíssima velocidade da quinta geração de telefonia móvel”.

A Tomada de Subsídios do CEO apresenta ao público em geral um questionário composto por 13 perguntas relacionadas à utilização dessas faixas para a exploração de serviços de telecomunicações.

As perguntas discutem de forma aberta desde aspectos de modelagem da futura licitação do direito de uso dessas faixas – tais como blocos, arranjos, distribuição geográfica e contrapartidas a serem exigidas das proponentes vencedoras – até possíveis medidas, tanto preventivas quanto corretivas, para mitigar eventuais interferências prejudiciais entre os sistemas de radiocomunicação dos usuários dessas faixas e suas adjacentes.

Para auxiliar os interessados em contribuir, foram também disponibilizados na Tomada de Subsídios dois documentos elaborados pelo próprio CEO. O primeiro deles, o “Estudo das faixas de 2,3 GHz e 3,5 GHz”, inicialmente discute aspectos técnicos, mercadológicos e concorrenciais associados à exploração dessas faixas. Depois, aborda questões atinentes às condições de uso e de convivência com serviços que ocupam porções adjacentes no espectro radioelétrico.

Para a faixa de 3,5 GHz, em particular, é preciso assegurar que a sua ocupação não prejudicará o funcionamento dos receptores de sinais de televisão por parabólica na banda C estendida dos sistemas satelitais.

Nessa linha, o segundo documento, o “Caderno de Testes de Convivência entre o IMT-2020 (Banda 42 do 3GPP) e Sistemas Satelitais operando em Banda C”, apresenta para a sociedade o conjunto de ensaios laboratoriais e testes de campo que estão sendo realizados sob a coordenação do CEO para avaliar a possibilidade de coexistência livre de interferências prejudiciais entre os dois sistemas que operam em faixas vizinhas.

Com a Tomada de Subsídios, o CEO pretende dar início às discussões com a sociedade brasileira sobre a importante licitação que se avizinha. Há vários aspectos técnicos e regulatórios que merecem avaliação detida e aprofundada, e é quintessencial que todos possam se manifestar sobre a inclusão de compromissos de cunho social no próximo certame, pois, como a história tem reiteradamente demonstrado, eles são nossos principais vetores para a massificação do acesso às telecomunicações.

Para contribuir, os interessados devem acessar o Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública da Anatel, na página eletrônica da Anatel (www.anatel.gov.br). Depois, procurar pela CP nº 29/2018.

Fonte: Anatel

Tag: Certificação Anatel , Anatel Certification

Solicite uma Proposta | Trabalhe Conosco | Intranet | Webmail | Desenvolvido por Criamix MKT|DZN